PÁGINA INICIAL ENDEREÇO FALE CONOSCO Piauí, 04 de Junho de 2020
filiado à
  
18/05 - Veja mais notícias - GERAL

Campanha Salarial 2020/2021 SERPRO: 2ª reunião de negociação. Empresa apresenta reajuste ZERO e mais retirada de direitos


A dire√ß√£o do SERPRO e as representa√ß√Ķes dos trabalhadores (FENADADOS, Sindppd/RS , SindpdSC, SindpdPA e SindpdPE) tiveram uma 2¬™ mesa de negocia√ß√£o virtual na manh√£ dessa 6¬™ feira (15/05). A empresa apresentou REAJUSTE ZERO para sal√°rios e benef√≠cios, o que significa ficar sem a reposi√ß√£o das perdas com a infla√ß√£o deste ano (IPCA) e NEM receber a parte que a empresa e o governo nos devem da infla√ß√£o das √ļltimas duas campanhas salariais, 2018 e 2019. Estamos falando de uma perda de cerca de 4,5%.

Para justificar o REAJUSTE ZERO, o SERPRO sustenta que 70% do faturamento da empresa √© para pagar a folha de pagamento, al√©m de evocar o ‚Äúestado de calamidade p√ļblica e emerg√™ncia de sa√ļde em que estamos inseridos‚ÄĚ referindo-se √† pandemia do Coronav√≠rus.

Na mesa, a dire√ß√£o da empresa tamb√©m apresentou mais retirada de direitos para al√©m das altera√ß√Ķes e das exclus√Ķes de cl√°usulas do ACT (Acordo Coletivo de Trabalho) que j√° havia trazido na reuni√£o de 3¬™ feira (relembre neste link). Desta vez, prop√īs que os trabalhadores em licen√ßa sa√ļde pelo INSS deixem de receber vale-alimenta√ß√£o ap√≥s 90 dias de afastamento. SERPRO e governo federal querem reduzir direito a alimenta√ß√£o do trabalhador justamente num momento de vulnerabilidade, que √© o de estar doente e n√£o poder trabalhar.

Em comunicado enviado pela empresa aos trabalhadores no final do dia, foi dito que o SERPRO teria proposto inclusive uma ‚Äúamplia√ß√£o de direitos‚ÄĚ. No documento apresentado pela empresa, a proposta √© passar de 5 √ļteis para 8 dias corridos as licen√ßas gala e nojo, e a contagem do prazo iniciar do dia seguinte. Estes s√£o os √ļnicos ajustes que n√£o trazem perdas para os trabalhadores e em determinadas situa√ß√Ķes podem beneficiar os trabalhadores. 

Serpro novamente quer criar duas categorias de trabalhadores: os com e os sem direitos! Ressalte-se que os trabalhadores com direitos custam mais caro e serão estes que, certamente, serão dispensados com a privatização!

N√£o caiamos no canto da sereia, colegas do SERPRO! Assim como atua o governo federal, que joga com a informa√ß√£o para amenizar a grave situa√ß√£o sanit√°ria e econ√īmica enfrentada pelo pa√≠s, a proposta do SERPRO n√£o traz nenhuma amplia√ß√£o de direitos. Pelo contr√°rio: quer nos impor mais perda econ√īmica e quer RETIRAR v√°rios direitos IMPORTANTES, diferenciando os trabalhadores atuais dos novos que ser√£o contratados, e isso, como j√° falamos, √© perigoso!

O argumento da empresa √© de que se n√£o se adequar √† resolu√ß√£o CCE n¬ļ 9 de 1996, poderiam estar impedidos de assinar novo Acordo Coletivo. Com isso est√£o querendo nos fazer acreditar que nosso atual ACT √© ilegal, por conta das Cl√°usulas 54¬™ do anu√™nio, 61¬™ da licen√ßa pr√™mio e tamb√©m a exclus√£o da Cl√°usula 62¬™  que trata da 13¬™ cartela de t√≠quetes.

Vale lembrar que nosso atual ACT foi assinado em audi√™ncia de media√ß√£o no Tribunal Superior do Trabalho- TST, com o aval da vice-presid√™ncia do Tribunal e do Minist√©rio P√ļblico do Trabalho ‚Äď MPT em 2019! Ser√° que estes √≥rg√£os dariam aval a um Acordo ILEGAL??? Na verdade, a empresa e a SEST/governo querem tirar direitos para facilitar a PRIVATIZA√á√ÉO!

A dire√ß√£o do Serpro tamb√©m n√£o quer se comprometer com a manuten√ß√£o da empresa p√ļblica e nem com a manuten√ß√£o dos empregos, ao rejeitar as duas √ļnicas cl√°usulas novas propostas pelos trabalhadores: a cl√°usula 66¬™ contra o desmonte e a privatiza√ß√£o do SERPRO e a cl√°usula 67¬™ que prop√Ķe a estabilidade dos empregados.

O conjunto da proposta da empresa √© inaceit√°vel para o conjunto dos trabalhadores que j√° perderam v√°rios direitos nos √ļltimos anos e que est√£o novamente frente a mais retrocessos ao Acordo Coletivo, fruto de muita luta dos trabalhadores.

Ficou encaminhado que os sindicatos deverão realizar assembleias virtuais informativas com os trabalhadores a partir desta terça-feira até a próxima sexta-feira, nos estados, a fim de dar relatos das propostas do SERPRO. Fique atento e entre em contato com o seu sindicato. Ajude a organizar e participe!

Vamos nos preparar para resistir ao desmonte dos nossos direitos e manutenção do poder de compra dos nossos salários!

Assembleias informativas do dia 19 a 22 de maio.


SINDPD/PI Sindicato dos Trabalhadores em Processamento de Dados do Estado do Piauí
Rua Gov. Arthur de Vasconcelos, 150 - Ed. Mile Sala 112, Centro - CEP: 64000-450
Fone (86)3221-1142 Fax (86)3221-4555